14/10/2023 às 21h06min - Atualizada em 14/10/2023 às 21h06min

CASA DE MÃE JOANA - PARTE V: Preso em flagrante, guarda municipal que atirou em motorista vai responder processo administrativo

PARECE ROTINA

https://www.tnh1.com.br
Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Semsc) | Foto: Arquivo / Secom Maceió

O guarda municipal que foi preso após atirar em um motorista de aplicativo durante um suposto desentendimento de trânsito em Maceió vai responder processo administrativo na Prefeitura de Maceió. O servidor público está na Delegacia de Homicídios e Proteção à pessoa (DHPP), para onde foi levado depois de ter sido preso em flagrante e com sinais de embriaguez.

De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Semsc), órgão responsável pela Guarda Civil Municipal de Maceió (GCM), um procedimento administrativo será instaurado para apurar os fatos. 

Veja nota da Semsc na íntegra:

"A Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Semsc) informa que o integrante da Guarda Civil Municipal de Maceió (GCM) preso na madrugada deste sábado (14), após flagrante de disparo de arma de fogo em briga de trânsito, responderá ao procedimento administrativo que será instaurado para apuração dos fatos. Reforça, ainda, que repudia qualquer tipo de violência e comportamento que contrarie as normas da instituição, sobretudo quando se coloca em risco a integridade física e a vida dos cidadãos". trouxe o posicionamento.

Entenda o caso:

Um motorista de aplicativo foi atingido de raspão por um tiro disparado por um guarda municipal após um suposto desentendimento no trânsito, na madrugada deste sábado, 14, em Ponta Grossa. O motorista de aplicativo contou que tentava ultrapassar o veículo Honda Civic de placa MUW-3692, que trafegava em baixa velocidade e, segundo o motorista de aplicativo, estava segurando o fluxo de veículo.

Ainda de acordo com o motorista, ele precisou buzinar para que o veículo à frente permitisse sua ultrapassagem. Instantes depois de ultrapassar, ele ouviu um estampido e percebeu que se tratava de um tiro disparado pelo condutor do Honda Civic e que havia sido atingido de raspão na perna.

Sem que fosse percebido, o motorista de aplicativo seguiu o autor do disparo até sua casa e acionou a DMTT. Uma guarnição esteve no local e foi recebida por um homem que se identificou como guarda municipal e confessou ter atirado contra o motorista de aplicativo. Com sinais de embriaguez, ele chegou a dizer que o erro dele foi não ter atirado mais vezes contra a vítima. O guarda municipal entregou a arma usada para disparar contra o motorista de aplicativo e foi levado para a Central de Flagrantes, onde foi autuado por tentativa de homicídio.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp