03/10/2023 às 21h00min - Atualizada em 03/10/2023 às 21h00min

CASA DE MÃE JOANA - PARTE V: Discrepância nos valores pagos pela Prefeitura de Maceió ao comprar hospital chama atenção dos órgãos de controle

E O PIX

Redação
Por: Agência de Notícias
Cortesia
Os órgãos de controle estão prestes a iniciar uma investigação contra a Prefeitura de Maceió após o prefeito JHC (PL), autorizar a compra do Hospital do Coração pelo valor de R$ 266 milhões. A discrepância nos valores do acordo é o que mais chama a atenção para que uma fiscalização no contrato de venda seja realizada.

Para se ter uma ideia dos valores pagos pela Prefeitura de Maceió, com base em informações no sistema do Ministério da Saúde, o Hospital do Coração, adquirido por determinação de JHC, tem 75 leitos. Isso quer dizer que o Município está pagando R$ mais de 3,5 milhões por leito. 

São 12 leitos de cardiologia com especialidade cirúrgica, 32 leitos de cardiologia com especialidade clínica, 20 leitos de UTI adulto tipo II, 3 leitos de UTI pediátrica tipo II, 3 unidades de isolamento e 4 leitos de pediatria cirúrgica. 

Outra situação que desperta a atuação dos órgãos de controle se refere à venda do Hospital Arthur Ramos, de Maceió, à Rede Do´r São Luiz, sediada em São Paulo, consolidada no início de novembro deste ano. A Rede Do´r, que também tinha interesse em comprar o Hospital do Coração, adquiriu o Arthur Ramos pelo valor de R$ 371 milhões que tem 240 leitos. 

Neste comparativo, a Rede Do´r pagou uma média de pouco mais de R$ 1,5 milhões por leito do Hospital Arthur Ramos. Já a Prefeitura de Maceió pagou R$ 2 milhões a mais nos leitos do Hospital do Coração.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp