18/09/2023 às 11h34min - Atualizada em 18/09/2023 às 11h34min

Escolas estaduais encantam público com beleza e criatividade nos 206 anos de Emancipação do Estado

Mais de três mil estudantes desfilaram pelas ruas de Jaraguá, celebrando a alagoanidade

Ana Paula Lins / Ascom Seduc
https://alagoas.al.gov.br
Mais de três mil estudantes percorreram a Avenida Assis Chateaubriand que teve como tema a aprendizagem criativa e celebrou a alagoanidade nos 206 anos de emancipação política do Estado Thiago Ataíde e Ana Paula Lins/ Ascom Seduc

As escolas estaduais apresentaram um espetáculo de beleza e criatividade ao público presente ao Desfile da Emancipação de Alagoas no sábado (16). Mais de três mil estudantes percorreram a Avenida Assis Chateaubriand em um cortejo que teve como tema a aprendizagem criativa e celebrou a alagoanidade.

“Na data em que Alagoas comemora 206 anos de emancipação política, nossas escolas deram um show de cores, ritmos, beleza e imaginação. Um orgulho imenso para todos que fazem a rede estadual, pois trouxemos para a avenida os projetos e ações realizados nas unidades de ensino, mostrando quantos talentos temos em nossas escolas. Também não poderia deixar de parabenizar todos os que participaram da organização do evento e que se empenharam para que tudo fosse perfeito”, destacou o secretário de Estado da Educação, Marcius Beltrão.

Thiago Ataíde e Ana Paula Lins

Orgulho alagoano

João Vitor de Albuquerque foi um dos primeiros a entrar na Avenida Assis Chateaubriand. Ele integrou o grupo de alunos da Escola Estadual Princesa Isabel, de Maceió, que desfilou no Pelotão das Bandeiras, o qual presta uma homenagem aos 102 municípios alagoanos.

“Sinto-me emocionado e representado por fazer parte deste pelotão que homenageia os 102 municípios alagoanos. Ensaiamos um mês inteiro para estarmos aqui”, contou o garoto.

As cores da bandeira de Alagoas também ilustravam as vestimentas dos alunos da Escola Estadual Moreira e Silva, também da capital, e das balizas da fanfarra da Escola Estadual Professora Joanita de Melo, de Ouro Branco.

“Para mim, é um privilégio e uma responsabilidade enorme representar minha escola neste desfile”, afirmou Beatriz Vieira, aluna da Moreira e Silva. “Desfilamos na Emancipação de Ouro Branco e no 7 de Setembro, mas é a minha primeira vez na Emancipação de Alagoas. É uma honra representar Ouro Branco neste evento”, disse Joseane Serafim, integrante das balizas Asas da Imaginação, da Escola Estadual Joanita de Melo.

Thiago Ataíde e Ana Paula Lins

Batendo lata

E não foi só com as suas balizas que a Escola Estadual Joanita de Melo chamou atenção. A unidade trouxe para Maceió a banda fanfarra. “Os Recicláveis”, onde os instrumentos musicais foram feitos a partir de itens recicláveis, a exemplo de latas de tinta e garrafas.

A ideia surgiu a partir de um Projeto Integrador (PI) no qual os alunos pesquisaram formas de melhorar a vida da população. A partir deste levantamento, descobriram que um dos principais desafios era o descarte do lixo. “Quisemos chamar atenção para a importância da coleta seletiva e foi então que os alunos tiveram a ideia de criar a banda de recicláveis. Aqui eles são 100% protagonistas, pois são seus próprios maestros. E por onde passam, encantam o público, que não acredita que é possível fazer música a partir de itens que antes eram vistos com lixo”, relatou a professora de Geografia Poliana Virgínio, orientadora do PI.

O estudante da 2ª série do ensino médio Emanoel Alencar é o maestro da banda e diz que o projeto mudou a sua vida. “Passei a ser uma pessoa mais responsável e a ter uma visão totalmente diferente sobre descarte de lixo e reciclagem”, revelou.

Thiago Ataíde e Ana Paula Lins

O beija-flor e a borboleta

Beleza, glamour e sincronia marcaram as fanfarras presentes ao desfile. As balizas da Escola Estadual Maria Avelina do Carmo, de Traipu, surgiram trajando rosas e deram shows de malabarismo, enquanto as da Escola Estadual Belarmino Vieira Barros, de Minador do Negrão, trouxeram luzes para iluminar o desfile em seus últimos minutos. Já os da Escola Estadual Nossa Senhora da Apresentação, de Porto Calvo, brilharam em um azul intenso vestidos como beija-flor. Um deles era Cleiton Silva, aluno da 3ª série do ensino médio. “A ideia de nos vestirmos como beija-flor surgiu de nosso coreógrafo e estilista. Foram quase cinco meses de ensaio intenso”, declarou o estudante.

Thiago Ataíde e Ana Paula Lins

Outra caracterização que chamou atenção do público foi a de Myrella Dandara Rodrigues, da Escola Estadual Pedro Teixeira, de Maceió. A jovem se vestiu com flores e asas para encarnar a borboleta do pastoril. “Levei quase duas horas me arrumando e estou muito feliz por estar aqui com a minha escola”, informou a jovem.

Este, por sinal, foi o primeiro desfile da Escola Estadual Pedro Teixeira. “Foi uma honra para nossa escola abrilhantar esse momento cívico tão especial e que representa a criatividade dos estudantes da rede  estadual de Alagoas”, disse a diretora-geral Sirleide Dantas.

A fênix renasce

E se a Pedro Teixeira era estreante, a Escola Estadual Humberto Mendes, de Palmeira Índios, comemorava o retorno a um desfile que tantas vezes abrilhantou. E após um hiato de cinco anos, a volta foi celebrada em grande estilo, com suas balizas caracterizadas como fênix, a mítica ave que renasce das próprias cinzas.

“Foi maravilhoso estar de volta e ouvir os aplausos do público. Nós estávamos com saudades e eles também. Por isso que escolhemos a temática da fênix que se refaz e renasce”, observou a diretora-geral Claudean Ferro.

A fanfarra uniu diferentes gerações de alunos, todos movidos pelo amor à escola. “Estudo na Humberto Mendes desde o 7º ano e, desde aquela época, sonhava em fazer parte desta fanfarra. E quando surgiu a oportunidade, não pensei duas vezes”, recordou Katylly Rayra, aluna da 1ª série do ensino médio. “A Humberto Mendes define quem eu sou, é parte de minha história. Desfilei com a fanfarra em 2016, mas sempre quis viver novamente esse momento”, emocionou-se Eduarda Vasconcelos, que concluiu o ensino médio em 2017.

Público aprovou

O público presente também foi um show à parte. Em um dia de sábado com céu nublado, ele lotou as arquibancadas montadas no Jaraguá e aplaudiu com entusiasmo cada um dos pelotões do cortejo.

Thiago Ataíde e Ana Paula Lins

O casal Valtânia de Souza Silva e Clóvis Cabral da Silva estava entre os presentes. Eles acompanham os desfiles cívicos de 7 e 16 de Setembro há 30 anos, mesmo período em que estão casados. “Semana passada também prestigiei meu filho no 7 de Setembro. Gosto muito das fanfarras”, apontou Valtânia. “Faço questão de prestigiar todos os desfiles. Aqui celebramos o Brasil, Alagoas e a vida”, resumiu Clóvis.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp