14/09/2023 às 11h40min - Atualizada em 14/09/2023 às 11h40min

Operação Shamar cumpre mandados contra suspeitos de cometer crimes contra mulheres

Dia “D” da ação nacional, coordenado pela SSP e 140 policiais alagoanos participam do Dia “D” da operação

Roberison Xavier
https://alagoas.al.gov.br
Legenda: Equipes têm realizado ações repressivas e também preventivas e dezenas de denúncias de violência contra mulheres são recebidas pelo Disque-denúncia, o 181

A Secretaria de Estado da Segurança Pública coordena, nesta quinta-feira (14), mais uma ação da Operação Shamar, de combate ao feminicídio e à violência doméstica e familiar. A operação nacional é deflagrada em Alagoas numa parceria das Polícias Civil e Militar e conta com o apoio da Secretaria Estadual da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh-AL).

No total, as forças policiais cumprem, desde as primeiras horas da manhã, mandados de prisão contra autores de violência de gênero em Maceió e Região Metropolitana da Capital. Cerca de 140 policiais alagoanos participam do Dia “D” da operação iniciada no último dia 21 de agosto em todo o Brasil e promovida pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Diretoria de Operações Integradas e de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Diopi/Senasp).

 

Durante o período, as equipes têm realizado ações repressivas e também preventivas. Dezenas de denúncias de violência contra mulheres recebidas pelo Disque-denúncia, o 181, e pela Central de Atendimento à Mulher, através do 180, foram averiguadas na capital e no interior. Palestras de conscientização e distribuição de panfletos foram realizadas nas maiores cidades do estado, como Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Rio Largo, Delmiro Gouveia, Penedo e Maragogi.

Participam deste Dia “D”, equipes da Diretoria de Polícia Judiciária 1 (DPJ1), da Coordenadoria das Delegacias Especializadas da Mulher, das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher 1 e 2, da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, Oplit, Tigre e da Patrulha Maria da Penha e dos Grupos Vulneráveis, da PM-AL. O Comando de Aviação do Estado (Comave) também participa da ação.

A operação recebeu o nome “Shamar” devido à origem hebraica da palavra, que significa ato de cuidar, guardar, zelar, vigiar ou proteger, e viabiliza uma atuação integrada e harmônica entre as forças de segurança de todos os estados e do Distrito Federal do país. O objetivo da operação é conscientizar a sociedade quanto à prevenção da violência contra a mulher, por meio de mobilização social e instituição de medidas para coibir todas as formas de violência contra a mulher, além de fomentar denúncias.

A ação nacional conta com o apoio do Ministério das Mulheres (MM) e do Colégio de Coordenadores das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar dos Tribunais de Justiça Estaduais (COCEVID).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp