06/09/2023 às 12h13min - Atualizada em 06/09/2023 às 12h13min

GUARDA DO JHC: AÇÃO DESASTROSA AGRIDE E PRENDE LÍDER COMUNITÁRIO EM RIACHO DOCE

FALTA DE AÇÕES DA GESTÃO MUNICIPAL PODE TER GERADO CONFLITO

Por: Jerlane Calheiros com Agência de Notícias
Por: Agência de Notícias
Na manhã desta quarta-feira, (06/9), guanições da Guarda Municipal de Maceió, em atitude aparentemente 'ostensiva' - o que não lhe compete - agiu com irresponsabilidade e truculência contra uma liderança da comunidade conhecida como "BOCA DO RIO", no bairro de Riacho Doce, litoral Norte da capital alagoana. Nas imagens gravadas em vídeo (abaixo), é possível observar a falta de controle emocional e capacidade de intervir em situações adversas contra um cidadão desprovido de qualquer instrumento ou equipamento que podesse oferecer riscos aos agentes envolvidos na ação - se é que podemos classificar como tal -, inclusive, estando esses agentes portando e manuseando armas de fogo com tiros a vontade para intimidar, colocando em risco a integridade dos transeuntes e dos próprios agentes, mais agravante ainda, quando essa é uma atribuição da Polícia Militar e não de Guarda 'militarizada', supostamente, a serviço de gestor e não da sociedade, extrapolando os limites de sensatez e competências, gerando conflitos desnecessários.

Vídeo Relacionado:


Violência! Guarda Municipal agride liderança na Boca do Rio no bairro de Riacho Doce, Maceió -Al

Segundo apurado por nossa redação, o líder comunitário que aparece nas imagens sendo gentilmente abordado pelos agentes da Guarda Municipal é ANDRÉ GOMES, ligado politicamente  a deputada Flávia Cavalcante e ao vereador (licenciado) por Maceió e atual secretário de governo de Alagoas, Kelmann Vieira. Ainda de acordo com relatos apurados por nossa reportagem, ANDRÉ GOMES, é uma pessoa bem vista e preocupada em fazer o bem para a comunidade, independente da inécia municipal, o que pode ter gerado o conflito, uma vez que, no momento da abordagem, ele estava executando serviços utilizando um trator que fora cedido para minimizar os transtornos causados pela ausência das ações da prefeitura de Maceió e seu comandante "JHC", na localidade.

Perguntado sobre o ocorrido, a moradora ELIANE OLIVEIRA, demonstrou indignação e repudiou a atitude dos agentes fardados de cinza a mando, supostamente, do garoto propaganda, JHC. Disse ela:

"Não é de hoje que essas picuinhas vem afetando as nossas vidas aqui na comunidade, a nulidade do gestor de Maceió por aqui é quase que total e não aceita que tenhamos ajuda de parceiros, no atendimento as nossas demandas. André é um líder nato e nunca abaixou a cabeça para as intimidações da gestão, sempre busca alternativas para nos ajudar, independente de prefeitura. Esse JHC, nos causa repulsa e espero que os órgãos competentes estejam antenados nas condutas intimidatórias desses falsos agentes". Finalizou. 

Diante do ocorrido e, após a condução do líder comunitário para  a Central de flagrantes de Maceió, a população seguiu para o fechamento da principal via do litoral Norte, em protesto contra a ação da Guarda Municipal na comunidade.
 
Por: Cortesia

Por: Jerlane Calheiros com Agência de Notícias 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp