19/08/2023 às 16h22min - Atualizada em 19/08/2023 às 16h22min

PF encontra R$ 3,2 milhões em sacos de lixo ao investigar esquema de propina em RR

Veja fotos

História por Fabio Grellet - Estadão
https://www.msn.com/
Foram localizados R$ 3.200.000,00 pela Polícia Federal em Roraima, de um possível pagamento de propinas relacionado à contratação de uma empresa de engenharia Foto: Polícia Federal/Divulgação © Fornecido por Estadão

Polícia Federal (PF) descobriu e apreendeu R$ 3,2 milhões, em notas de R$ 50 e R$ 100 acondicionadas em sacos de lixo escondidos em um imóvel em Boa Vista, capital de Roraima, durante operação realizada na noite de quinta-feira, 17. A suspeita é de que o dinheiro seria usado para pagar propina em um esquema de corrupção envolvendo a Universidade Estadual de Roraima (UERR).

As notas estavam na casa do irmão de um empresário que dias atrás, por meio da firma de engenharia de que é sócio, venceu uma licitação que lhe renderia R$ 16 milhões em serviços prestados à universidade. O nome dos envolvidos não foi divulgado. Até a publicação desta reportagem, ninguém havia sido preso.

Vídeo relacionado: PF encontra R$ 3,2 milhões dentro de sacos de lixo (Dailymotion)


PF apreende mais de R$ 3 milhões em operação contra esquema de propina na UERR

A PF informou que tinha informações de que um saque de alto valor seria feito em Boa Vista nesta semana, e que o dinheiro seria usado para pagar propina em esquema ligado à licitação da UERR. A instituição obteve ordem judicial de busca e apreensão, emitida pela Vara de Organizações Criminosas da Justiça de Roraima, para procurar e apreender objetos na empresa vencedora da licitação e na casa do irmão do dono da empresa.

Além do dinheiro, que estava escondido atrás de telhas, foram localizados e apreendidos celulares, documentos e 5 mil litros de querosene acondicionados em carotes (tipo de vasilhame com alças). Esse líquido é muito usado como combustível de pequenos aviões usados em garimpos – por isso, a PF suspeita também que o dono da casa esteja envolvido com a mineração ilegal em terras indígenas.


Polícia Federal em Roraima encontrou o dinheiro escondido em sacos de lixo Foto: Polícia Federal/Divulgação

Polícia Federal em Roraima encontrou o dinheiro escondido em sacos de lixo Foto: Polícia Federal/Divulgação


Polícia Federal em Roraima encontrou o dinheiro escondido em sacos de lixo Foto: Polícia Federal/Divulgação© Fornecido por Estadão

Em nota, a UERR afirmou que “a instituição não recebeu nenhuma comunicação oficial da Polícia Federal ou da Justiça acerca das informações divulgadas, nem foi alvo de qualquer ação em todas as suas unidades administrativas e educacionais, mas adianta estar à disposição para colaborar no que for necessário para que todos os fatos sejam esclarecidos, no intuito de resguardar o interesse público.”

A PF continua investigando o caso, para tentar descobrir a quem seria entregue o dinheiro.

A reportagem tenta localizar o sócio da empresa e seu irmão, para que se pronunciem sobre a investigação da Polícia Federal.

Além do dinheiro, foram apreendidos pela PF celulares e documentos Foto: Polícia Federal/Divulgação

Além do dinheiro, foram apreendidos pela PF celulares e documentos Foto: Polícia Federal/Divulgação


Além do dinheiro, foram apreendidos pela PF celulares e documentos Foto: Polícia Federal/Divulgação© Fornecido por Estadão


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp