02/08/2023 às 19h45min - Atualizada em 02/08/2023 às 19h45min

Equipe técnica da Secult participa de capacitação promovida pelo Ministério da Cultura em Brasília

O evento teve o objetivo de qualificar e capacitar a equipe técnica cultural do país

João Brito / Ascom Secult
https://alagoas.al.gov.br
Evento reuniu gestores culturais de todo o Brasil, na sede do Ministério da Cultura (MinC) Gustavo Moller

Com o compromisso de fortalecer e valorizar o setor criativo e cultural, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa (Secult), participou, nos dias 31 de julho e 1º de agosto, em Brasília, do curso de capacitação de Análise e Disseminação de Dados Econômicos sobre Economia da Cultura e das Indústrias Criativas, que reuniu gestores culturais de todo o Brasil, na sede do Ministério da Cultura (MinC).


A ação é oriunda de uma reunião, realizada em abril deste ano, com o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura e dirigentes do Sistema MinC. Na Carta de São Paulo – Cultura como Valor, foi firmado o compromisso de formar uma rede dedicada à produção de evidências e dados estatísticos, com o objetivo de aprimorar os estudos sobre o PIB da Economia da Cultura e Indústrias Criativas, levando em consideração as diferenças e diversidades regionais, múltiplos saberes e campos simbólicos, assim como as distintas fontes de dados existentes.

Gustavo Moller

Na capacitação promovida pelo observatório do Itaú Cultural, MinC e Tribunal de Contas da União estiveram presentes representando a Secult a superintendente de Economia Criativa, Fomento e Incentivo à Cultura, Natalia Teles, e o assessor de Governança e Transparência, Wyllyson Santos.
 

Natalia Teles enfatizou a importância crucial da capacitação para impulsionar e fortalecer o setor criativo e cultural de Alagoas, com o objetivo de valorizar e promover as expressões artísticas locais. Para ela, este momento representa uma oportunidade ímpar para a cultura alagoana, permitindo aprender metodologias e técnicas essenciais para a análise de dados e avaliação do impacto da economia criativa no estado.

Gustavo Moller

“A capacitação é o alicerce para embasar estratégias e ações que fomentem o crescimento e reconhecimento dos talentos artísticos de Alagoas. Com isso, tanto a cultura quanto a economia criativa da região têm a chance de prosperar e florescer ainda mais, enriquecendo o cenário cultural de todo o estado”, destacou a superintendente.

Wyllyson Santos ressaltou a importância do curso como um impulso significativo para a economia criativa em Alagoas, enfatizando o compromisso da equipe da Secult em promover um ambiente propício ao desenvolvimento cultural, especialmente durante a retomada das políticas culturais pelo Minc. “A análise de dados econômicos é crucial para compreender o impacto positivo da cultura no estado, especialmente nesse momento de retomada. A equipe da Secult está dedicada a aprimorar suas habilidades para uma compreensão aprofundada do panorama cultural e criativo de Alagoas”, afirmou.


Gustavo Moller

Essa atividade é dividida em três etapas. A segunda etapa acontecerá na Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, nos dias 4 e 5 de setembro, e a terceira e última etapa em São Paulo, no Itaú Cultural, nos dias 30 e 31 de outubro.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp