28/07/2023 às 17h28min - Atualizada em 28/07/2023 às 17h28min

Equipe econômica de Lula deve engavetar programa para baratear linha branca, diz jornalista

Ministério do Desenvolvimento concluiu que a execução de medida no modelo daquele que conferiu desconto em carros zero seria desafiadora

Redação
https://www.terra.com.br
Alckmin esteve presente em evento da Anfavea Foto: Pedro Kirilos/Estadão / Estadão

O estudo prévio para a recriação do programa de desconto para eletrodomésticos da linha branca provavelmente não será implementado, de acordo com informações do blog da jornalista Julia Duailibi, da GloboNews

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), liderado pelo vice-presidente Geraldo Alckmin, concluiu que a execução de um programa de incentivo no modelo daquele que conferiu desconto em carros zero quilômetro seria desafiadora.

Conforme informações obtidas pela jornalista, um dos principais desafios relacionados à linha branca é que, diferentemente das montadoras de veículos, o mercado de eletrodomésticos conta com uma vasta variedade de fabricantes e modelos, o que torna complexa a implementação de uma regra de crédito fiscal.

Durante um evento no Palácio do Planalto, o ex-presidente Lula mencionou a Alckmin a ideia de reintroduzir o programa de incentivo à compra de eletrodomésticos da linha branca, citando como exemplo o programa de desconto para automóveis.

No programa destinado aos veículos, o governo federal ofereceu créditos tributários para as montadoras, que poderiam ser utilizados para conceder descontos futuros. Isso permitiu que as fabricantes disponibilizassem ao público alguns modelos com preços reduzidos.

O programa de desconto na linha branca, que foi implementado durante o segundo mandato de Lula, foi realizado através da redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

No entanto, essa medida foi rejeitada pelo Ministério da Fazenda na atual gestão quando se tratou do programa de incentivo para automóveis.

Segundo o blog, a decisão final ainda não foi tomada, mas tudo indica que o governo irá arquivar a medida.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp