08/06/2023 às 21h30min - Atualizada em 08/06/2023 às 21h30min

Justiça abre novo processo contra Donald Trump, dizem fontes; ex-presidente dos EUA é investigado em caso de documentos confidenciais

Trump foi alvo de sete acusações, de acordo com outra fonte familiarizada com o assunto; acusação federal é a segunda em que ele é acusado criminalmente este ano

Paula ReidKristen HolmesJeremy HerbEvan Perezda CNN
https://www.cnnbrasil.com.br
Ex-presidente dos Estados Unidos e candidato presidencial republicano, Donald Trump, reage ao chegar a Aeroporto Internacional de Aberdeen, Escócia 1º/05/2023REUTERS/Russell Cheyne

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, será alvo de um segundo processo judicial na investigação de documentos confidenciais do procurador especial, disseram fontes familiarizadas com o assunto à CNN. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira durante o programa Erin Burnett Outfront. 

Trump disse no Truth Social Thursday que seus advogados o informaram que ele foi indiciado. O Departamento de Justiça não fez nenhum anúncio.

Trata-se de um desenrolar impressionante que marca a primeira vez que um ex-presidente enfrenta acusações federais.  

Trump disse no Truth Social Thursday que seus advogados o informaram que foi “convocado para comparecer ao Tribunal Federal de Miami na terça-feira, às 15h”. O Departamento de Justiça não fez nenhum anúncio. 

Trump foi alvo de sete acusações, de acordo com outra fonte familiarizada com o assunto. “A administração corrupta de Biden informou a meus advogados que fui convocado, aparentemente por causa do embuste das caixas”, escreveu Trump. 

A acusação federal é a segunda vez que Trump é acusado criminalmente este ano. Em abril, o promotor distrital de Manhattan acusou Trump de 34 acusações de falsificação de negócios. 

Mas a acusação do procurador especial marca uma nova e mais perigosa fase legal para um ex-presidente, que está concorrendo à presidência novamente em 2024 enquanto enfrenta acusações criminais em duas jurisdições – e com duas investigações adicionais sobre sua conduta ainda em andamento. 

As acusações contra Trump ocorrem apenas sete meses desde que o procurador-geral Merrick Garland nomeou Jack Smith como conselheiro especial, depois que o ex-presidente anunciou que estava concorrendo à presidência, a fim de manter a investigação independente do Departamento de Justiça de Biden. 

Agora, Trump enfrentará acusações federais do procurador especial ao mesmo tempo em que tenta derrubar o presidente Joe Biden nas eleições presidenciais do ano que vem. 

(Em atualização)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp