03/06/2023 às 21h46min - Atualizada em 03/06/2023 às 21h46min

Roberto Jefferson está internado em hospital penitenciário de Bangu após queda em cela

Ex-deputado bateu a cabeça, apresenta confusão mental e pode estar com traumatismo craniano, diz laudo que CNN teve acesso

Carolina Fariasda CNN São Paulo
https://www.cnnbrasil.com.br
Ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) foi preso no domingo, 23 de outubro. Marcos Arcoverde/Estadão Conteúdo - 20.nov.2013

O ex-deputado Roberto Jefferson sofreu uma queda na cela onde está preso em Bangu 8, no Rio de Janeiro, na sexta-feira (2) onde bateu a cabeça e precisou ser internado no no Hospital Penitenciário Hamilton Agostinho, dentro do complexo penitenciário. Os advogados do ex-parlamentar pedem sua transferência para um hospital particular para que ele faça exames para detectar se ele sofreu traumatismo craniano.

De acordo com laudo médico, ao qual a CNN teve acesso, Jefferson caiu da própria altura e apresenta sinais de depressão e confusão mental. “Paciente com quadro de confusão mental […], relatando ouvir vozes com mensagens inconsistentes com a realidade, estado geral ruim”, diz o documento sobre o estado de saúde do ex-deputado.

Segundo o documento, a queda também causou um hematoma no rosto e o ex-parlamentar se recusa a se alimentar. A conclusão do laudo é de que Jefferson necessita de uma tomografia de crânio com urgência “devido a um possível traumatismo craniano em decorrência da queda”.

O laudo também diz que o ex-deputado precisa fazer exames para rastrear o reaparecimento de câncer, que que Jefferson já fez tratamento para a doença e a perda de peso recente pode indicar uma reincidência da doença.

A defesa de Jefferson pediu a Moraes sua “imediata” transferência para o Hospital Samaritano Botafogo, unidade particular de saúde.

Segundo os advogados, o local teria “condições para fazer os exames necessários e oferecer tratamento médico completo e adequado”. Caso não seja transferido, conforme a defesa, o estado de saúde do ex-deputado pode se agravar de forma “irreversível” diante da “gravidade e urgência da situação”.

O político está preso preventivamente desde outubro do ano passado, depois de efetuar disparos contra policiais federais que cumpriam mandados de busca e apreensão na casa dele, no interior do Rio de Janeiro.

Na sexta, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, que o diretor do presídio de Bangu 8, no Rio de Janeiro, informasse sobre o atual estado de saúde do ex-deputado .O prazo era de prestar informações em 24 horas.

A defesa de Jefferson pediu a Moraes sua “imediata” transferência para o Hospital Samaritano Botafogo, unidade particular de saúde. Moraes também mandou o diretor da unidade prisional esclarecer se cumpriu uma decisão anterior do ministro.

O magistrado havia autorizado Jefferson a fazer exames que o sistema penitenciário não tenha condições técnicas de realizar, “mediante agendamento previamente fixado, com deslocamento sob escolta policial e retorno ao estabelecimento prisional no mesmo dia”.

No início de maio, a maioria dos ministros do STF votou para manter a prisão de Jefferson. Entre as ações que levaram o político à cadeia estão a divulgação de notícias falsas sobre as eleições e de vídeo com ofensas à ministra Cármen Lúcia, presidente da Suprema Corte.

De acordo com a Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária), em cumprimento a decisão judicial, enviou todas as informações sobre o estado de saúde do ex-deputado ao ministro do STF, incluindo laudos médicos e boletins de atendimento médico.

(Com informações de Tainá Falcão e Pedro Pupulim)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp