21/04/2024 às 15h46min - Atualizada em 21/04/2024 às 15h46min

Suspeito de estuprar enteada de 11 anos em Maribondo é preso em ônibus na Bahia

Ascom PCAL
https://www.tnh1.com.br
Polícia Civil
Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de Alagoas (PCAL), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Militar da Bahia (PMBA) resultou, na noite desse sábado (20), na prisão de um homem de 27 anos, suspeito de estupro de vulnerável contra sua enteada de apenas 11 anos. A ação foi desencadeada após o cumprimento de um mandado de prisão expedido pela Comarca de Maribondo/AL.
 

Segundo informações obtidas durante as investigações conduzidas pelas equipes das Delegacias dos 100º e 101º Distritos Policiais de Pindoba/Maribondo, o padrasto aproveitava-se dos momentos em que a menor estava dormindo para praticar os atos libidinosos. O crime veio à tona quando o padrasto gravou as cenas e negociou seu aparelho celular com um familiar da vítima. Apesar de ter apagado os vídeos e fotos, o tio da menor encontrou-os na lixeira do dispositivo, o que levou à denúncia ao Conselho Tutelar de Maribondo/AL e à apresentação do caso à equipe policial.

Imediatamente após a denúncia, foi instaurado o inquérito policial pelo Delegado Rômulo Monteiro, dando início a apuração. Com base nos depoimentos e nas provas obtidas, foi solicitada a prisão preventiva do padrasto, especialmente após a informação de que ele teria vendido sua casa e planejava fugir da cidade.

No momento em que os policiais se dirigiram para cumprir o mandado de prisão, receberam a informação de que o homem já havia deixado a cidade de Maribondo, embarcando em um ônibus com destino ao Estado do Mato Grosso.

As forças policiais coordenaram uma operação conjunta, envolvendo a PCAL, a PRF e a PMBA, *especificamente o Serviço de Inteligência do Grupamento Aéreo (GRAER)*, além do auxílio do setor de inteligência da PCAL, foi possível localizar e abordar o veículo em que se encontrava o acusado, na cidade de Feira de Santana/BA.

O acusado foi detido e conduzido ao distrito policial plantonista da PCBA para os procedimentos legais cabíveis. Durante a abordagem, ele confessou o crime, corroborando as evidências obtidas durante as investigações.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp