10/04/2024 às 20h49min - Atualizada em 10/04/2024 às 20h49min

Policiais atiram 96 vezes e matam homem negro em abordagem de trânsito nos EUA; vídeo

Registros das câmeras utilizadas pelos agentes foram divulgados na terça-feira, 9; quase 100 tiros foram disparados em 41 segundos

Redação Terra
https://www.terra.com.br
Dexter Reed, um homem negro, de 26 anos, foi morto após policiais dispararem 96 vezes contra ele durante abordagem de trânsito nos Estados Unidos, no dia 21 de março Foto: Reprodução/Redes Sociais
Um homem negro, de 26 anos, foi morto após policiais dispararem 96 vezes contra ele durante abordagem de trânsito nos Estados Unidos, no dia 21 de março. A vítima foi identificada como Dexter Reed. No total, os policiais dispararam cerca de 96 tiros em 41 segundos, alguns dos quais continuaram depois que Reed saiu do veículo e caiu no chão.

Segundo informações preliminares das autoridades, o homem foi abordado por "supostamente não usar cinto de segurança".

Abordagem policial


Imagens das câmeras policiais, divulgadas na terça-feira, 9, mostram o momento da abordagem que ocorreu em um bairro residencial de Chicago. O incidente foi 'gravado' de diferentes ângulos. Em um deles é possível ver o momento em que um agente da polícia se aproxima do carro e pede para Dexter obedecer aos comandos. 

“Abaixe a janela. Abaixe a janela”, diz a policial. Dexter inicialmente obedece, mas depois sobe o vidro. "O que você está fazendo? Não feche a janela. Não feche a janela!”, repete a policial enquanto puxa a maçaneta da porta do carro que parece estar trancada.

A agente, então, começa a gritar para que o motorista destranque as portas e saca a arma. Segundos depois é possível ouvir um ruído, que seria um disparo, e inicia-se um tiroteio. De acordo com a polícia norte-americana, Dexter abriu fogo primeiro contra as autoridades, após se recusar a sair do carro.  

Rendição e morte

Após o tiroteio, Dexter Reed sai do veículo e cai no chão, de bruços, calçando apenas um sapato. “Não se mova! Não se mova!", gritam os policiais enquanto algemam a vítima e procuram por uma arma.“Não sei onde está a arma”, diz um agente. Posteriormente, eles usam uma lanterna para olhar no interior do veículo e localizam a arma no banco do passageiro.   

Dexter Reed sofreu vários ferimentos à bala e foi declarado morto. Um policial também foi ferido e levado ao hospital.

A família da vítima contesta a versão da polícia, questionando a quantidade de agentes para uma abordagem por ‘não usar cinto de segurança’ e o número de disparos feitos contra o motorista.

“Se eu estivesse nessa situação, ficaria apavorado. Eu não saberia como reagir a não ser para me proteger. Depois que ele levou um tiro… você adicionou mais munição na sua arma? Isso não é nada além de simples assassinato para mim", disse o tio de Dexter, Roosevelt Banks.

 
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp