19/03/2024 às 11h34min - Atualizada em 19/03/2024 às 11h34min

Braga Netto mandou pedir dinheiro ao PL para financiar kids pretos, diz Cid

Diálogo em que Cid oferece a Major auxílio de R$ 100 mil é considerada pista crucial para rastrear financiadores dos atos golpistas do 8/1

Redação Terra
https://www.terra.com.br
Foto: Geraldo Magela/Agencia Senado / Estadão
  • BRASILIA DF NACIONAL 11-07-2023 MAURO CID Tenente-Coronel Mauro César Barbosa Cid. CPMI - 8 de Janeiro - Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Atos de 8 de Janeiro de 2023 Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Atos de 8 de Janeiro de 2023 (CPMI - 8 de Janeiro) realiza reunião para ouvir depoimento do tenente-coronel Mauro César Barbosa Cid, que foi ajudante de ordens do ex-presidente da República. Cid é suspeito de articular uma intervenção militar contra o Tribunal Superior Eleitor
As mensagens interceptadas pela Polícia Federal (PF), nas quais o ex-auxiliar de ordens de Jair Bolsonaro, Mauro Cid, oferece ao Major Rafael Martins de Oliveira um auxílio de R$ 100 mil para financiar a ida de um "pessoal" a Brasília para participar de manifestações antidemocráticas, são consideradas pelos investigadores como uma pista crucial para rastrear os financiadores dos atos golpistas ocorridos em 8 de janeiro.

De acordo com informações da jornalista Malu Gaspar, do jornal O Globo, as próprias mensagens indicam que o "pessoal" se referia a um grupo de militares conhecidos como "kids pretos". Esses integrantes fazem parte da tropa de elite do Exército, especializados em missões confidenciais de alto risco, operações de guerrilha urbana, insurgência e movimentos de resistência.

A informação omitida na mensagem, mas esclarecida por Cid em seu último depoimento, foi que ele procurou Braga Netto para obter o dinheiro, e o general instruiu que buscasse o PL para solicitar recursos.

A revelação levou a PF a direcionar novamente sua atenção para Braga Netto e o partido, onde ele mantinha uma sala e uma equipe. Na ocasião, Netto atuava como responsável pela logística e organização de palanques regionais para o bolsonarismo.

Braga Netto, na avaliação da PF, é a figura mais importante para esclarecer se e como o grupo ligado ao ex-presidente Jair Bolsonaro organizou e incentivou os ataques golpistas de 8 de janeiro às sedes dos Três Poderes, após o fracasso do plano de golpe de Estado antes da posse de Lula.

Uma parte essencial da investigação consiste em descobrir quem financiou a viagem desse grupo para Brasília, especialmente os membros das forças especiais do Exército. Investigadores suspeitam que esses oficiais tenham orientado as ações dos invasores.

De acordo com informações de fontes ligadas à investigação, registros das câmeras de segurança da Esplanada dos Ministérios e depoimentos das pessoas envolvidas no tumulto naquele dia indicam a presença de integrantes dos "kids pretos" em vários pontos estratégicos da Praça dos Três Poderes.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp