18/03/2024 às 10h35min - Atualizada em 18/03/2024 às 10h35min

Técnica de enfermagem é espancada até a morte no interior de SP; ex é suspeito

Elda Mariel Aquino Fortes foi encontrada sem vida e com sinais de violência pelo corpo

Redação Terra
https://www.terra.com.br
Elda Mariel Aquino foi encontrada pela mãe já sem vida Foto: Reprodução/Facebook
Resumo:
  • Uma técnica de enfermagem de 29 anos foi espancada até a morte em Lorena, interior de São Paulo. O ex-namorado de Elda Mariel Aquino Fortes é suspeito do crime. Ela já havia registrado queixa contra ele por ameaça e violência doméstica.
Uma técnica de enfermagem de 29 anos foi espancada até a morte em Lorena, no interior de São Paulo. O corpo de Elda Mariel Aquino Fortes foi encontrado na manhã deste sábado, 16, dentro da sua casa, e o ex-namorado é suspeito do crime.

De acordo com a TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo, A mulher foi encontrada com marcas de violência e sem vida pela mãe, no imóvel que morava no Centro da cidade. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou o óbito no local. Ela deixa uma filha de 4 anos.

Ao Terra, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que uma testemunha afirmou à polícia que o ex-namorado da vítima, um homem de 22 anos, foi visto próximo ao local dos fatos. Ele é investigado pelo crime.

Ainda segundo a emissora, a Polícia Civil informou que no início do ano, ela havia registrado um boletim de ocorrência contra ele por violência doméstica e ameaça. O paradeiro dele ainda não foi localizado pelas autoridades. 

A técnica de enfermagem atuava na Santa Casa de Lorena desde fevereiro de 2022. Em nota nas redes, a unidade lamentou o ocorrido e manifestou solidariedade a familiares e amigos da funcionária.

“Dedicada e comprometida com o bem-estar dos nossos pacientes, Elda deixa um legado de amor, cuidado e profissionalismo em sua trajetória na Maternidade SUS, da Santa Casa de Lorena. Sua presença será profundamente sentida por todos que tiveram o privilégio de conhecê-la e compartilhar momentos ao seu lado”, diz a Santa Casa. 

A Polícia Civil solicitou exames periciais aos institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC). O caso foi registrado como feminicídio na Delegacia de Polícia de Lorena.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp