14/03/2024 às 14h41min - Atualizada em 14/03/2024 às 14h41min

Papa Francisco diz que opção de renunciar é ‘hipótese distante’

Francisco está com 87 anos e tem se mostrado cada vez mais frágil nos últimos anos, usando cadeira de rodas ou bengala para se locomover e, recentemente, sofrendo o que foi descrito como crises de bronquite ou resfriados que o levaram a limitar suas falas em público.

História de CdB - Por Redação, com Reuters
https://www.msn.com
Afirmação é feita em novo livro que será lançado no dia 19 © Fornecido por Correio do Brasil
O papa Francisco não tem intenção de renunciar, pois sente que sua saúde é boa o suficiente para permitir que ele continue. A informação é dada em novo livro, cujos trechos foram publicados pelo jornal italiano Corriere della Sera nesta quinta-feira.
 

– Essa é uma hipótese distante, porque não tenho motivos sérios o suficiente para me fazer pensar em desistir – afirmou Francisco em Life: My Story Through History, livro que será lançado em italiano e inglês em 19 de março.

Francisco está com 87 anos e tem se mostrado cada vez mais frágil nos últimos anos, usando cadeira de rodas ou bengala para se locomover e, recentemente, sofrendo o que foi descrito como crises de bronquite ou resfriados que o levaram a limitar suas falas em público.
 

No entanto, no livro, ele tranquiliza quanto à sua condição. "Graças ao Senhor, desfruto de boa saúde e, se Deus quiser, ainda há muitos projetos a serem realizados", disse ele, repetindo que consideraria desistir apenas no caso de um "sério impedimento físico".

O papa defendeu novamente a recente decisão de permitir que os padres abençoem casais do mesmo sexo, dizendo que é dever da Igreja Católica acolher a todos e que "Deus ama a todos, especialmente os pecadores".

Mudança na doutrina católica

Ao mesmo tempo, a decisão não implica qualquer mudança na doutrina católica, que reconhece apenas os casamentos heterossexuais. Se alguns bispos não quiserem realizar bênçãos a casais do mesmo sexo, isso não levará a um cisma, acrescentou Francisco.

Em outra parte do livro, ele renovou a condenação ao aborto e à barriga de aluguel, e observou que seu foco nos pobres e marginalizados não o torna comunista ou marxista.

O antecessor de Francisco, Bento XVI, foi o primeiro papa a renunciar em cerca de 600 anos, citando as tensões da idade avançada. Ele renunciou em fevereiro de 2013, com 85 anos de idade, e continuou a viver por quase mais 10 anos, morrendo aos 95 anos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp