07/03/2024 às 14h50min - Atualizada em 07/03/2024 às 14h50min

Sesau retoma cirurgias do Programa Estadual de Cardiopediatria nesta quinta-feira

Primeiro procedimento vai ocorrer às 15h30 no Hospital Maceió, situado no bairro da Serraria

Josenildo Törres / Ascom Sesau
https://alagoas.al.gov.br
A partir desta quinta-feira (7), os atendimentos às crianças cardiopatas passarão a ocorrer no Hospital Maceió, no bairro da Serraria Carla Cleto / Ascom Sesau

O Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), está retomando, nesta quinta-feira (7), às 15h30, as cirurgias do Programa Estadual de Cardiopediatria, denominado Coraçãozinho. Para isso, foi firmado um convênio com o Hospital Maceió, situado na avenida Presidente Getúlio Vargas, no bairro da Serraria, onde os procedimentos serão realizados.

Criado em 2015 pela Sesau, o Programa Estadual de Cardiopediatria funcionava no Hospital do Coração de Alagoas, que este ano passou a ser gerido pela Prefeitura de Maceió. Com esta mudança, o Governo do Estado adotou todas as medidas administrativas necessárias para que o serviço não fosse paralisado e, para isso, firmou convênio com o Hospital Maceió, através de parceria com a Sociedade Beneficente do Coração de Alagoas (Cordial), instituição sem fins lucrativos responsável por gerir a Casa do Coraçãozinho.

Além de assegurar o diagnóstico e as cirurgias, o Programa Estadual de Cardiopediatria garante o acompanhamento dos bebês cardiopatas, inclusive quando não é possível executar o procedimento em Maceió. Nestes casos, a transferência é garantida pela Central Nacional de Alta Regulação (CNRAC), órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), responsável por mapear leitos e serviços públicos de saúde em outros Estados.

Carla Cleto / Ascom Sesau

Para o secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, o Programa Estadual de Cardiopediatria é uma prioridade para o Governo do Estado e todos os esforços estão sendo empreendidos para que as crianças cardiopatas alagoanas recebam assistência ágil e eficiente. Ele ressaltou que o serviço já assegurou procedimentos cirúrgicos para mais de 800 pacientes nos últimos nove anos, e que a assistência não sofrerá solução de continuidade.

“Nenhuma das ações da Casa do Coraçãozinho vai parar. Todo o apoio do Estado vai continuar e iremos ampliar os serviços. Peço aos familiares das crianças que fiquem tranquilos, pois o Governo de Alagoas vai continuar custeando o programa, porque na Sesau seguimos a determinação do governador Paulo Dantas, que é trabalhar com determinação e com o coração para salvar a vida dos alagoanos”, frisou o gestor da Sesau.


Carla Cleto / Ascom Sesau
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp