03/03/2024 às 15h29min - Atualizada em 03/03/2024 às 15h29min

Mulher suspeita de enterrar filho recém-nascido vivo em quintal é presa em Rio Verde

Crime aconteceu há 15 anos. Segundo a Polícia Civil, suspeita jogou a própria placenta em um vaso sanitário antes de enterrar o filho.

Por Gustavo Cruz, g1 Goiás
https://g1.globo.com
Delegacia de Rio Verde — Foto: Ana Paula Azevedo/TV Anhanguera
Uma mulher, que não teve o nome divulgado, suspeita de enterrar o filho recém-nascido vivo em um quintal de Rio Verde, no sudoeste do estado, há 15 anos, foi presa. Segundo a Polícia Civil, antes de enterrar o recém-nascido, a mulher jogou a própria placenta em um vaso sanitário.
 
g1 não conseguiu localizar a defesa da suspeita até a última atualização desta reportagem.
 
A suspeita foi presa na última sexta-feira (1°), na Operação Xadrez 121, que cumpre mandados de prisão contra autores de homicídio, feminicídio, roubo e outros crimes. A investigação da polícia aponta que o crime foi cometido em 24 de setembro de 2009.
 
Segundo a investigação, na época do crime, a polícia foi acionada por terceiros e localizou o bebê enterrado no quintal da casa, já morto. A perícia feita no corpo do recém-nascido, que era um menino, apontou que ele nasceu com vida, por isso, a mulher foi indiciada por homicídio qualificado.
 
A mulher foi denunciada por infanticídio, que ocorre quando a mulher dá à luz e mata o filho em seguida por influência do estado mental do pós parto. Em 2009, a mulher afirmou em depoimento à polícia que não sabia que estava grávida. Disse ainda que o bebê não apresentou nenhum tipo de reação ao nascer.
 
A suspeita, que foi presa preventivamente, foi encaminhada ao Presídio de Serranópolis.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp