21/02/2024 às 11h23min - Atualizada em 21/02/2024 às 11h23min

Homem em surto psicótico invade unidade de saúde em Maceió e assusta moradores

Gabriel Amorim*, Rádio Pajuçara FM
https://www.tnh1.com.br
Secom Maceió

Um homem em surto psicótico invadiu a Unidade Saúde Jorge Duarte Quintella Cavalcanti, localizada no Cidade Universitária, em Maceió, na madrugada desta quarta-feira (21). Após ser contido, ele foi encaminhado até a Central de Flagrantes.

De acordo com informações da Rádio Pajuçara FM, o homem trabalha como restaurador de imagens sacras em igrejas em Maceió. Para entrar na unidade de saúde, ele pulou o portão e chutou a porta interna.

Em entrevista ao repórter Hélio Góes, o homem revelou que teve um surto psicótico e pensou que estava sendo seguido por um grupo de homens. A ação assustou moradores próximos da unidade, que estava fechada na hora da invasão.

“[Eu] estava em surto psicótico. Vi gente me perseguindo. Anteriormente, já cheguei a ver bichos me perseguindo. [Antes de invadir a unidade] fui pra casa da minha irmã e fiquei em si. Eu lembro que, na volta, quando o pessoal tentou me pegar, eu pulei o portão e chutei a outra porta. Foi quando o rapaz [policial] me pegou e fez a ação”, disse.

O homem já foi internado duas vezes. Ele disse ainda que os problemas começaram quando se separou da ex-mulher, há mais de cinco anos. Segundo ele, eles tinham um relacionamento saudável, mas que chegou ao fim por ser “mulherengo” demais. 

Ele foi levado para a Central de Flagrantes. Não há informações se ele foi encaminhado para atendimento médico.

O que é surto psicótico?  De acordo com especialistas, o quadro de surto psicótico pode acontecer em pessoas que estão sofrendo com estresse exagerado. O conjunto de sintomas é extenso, mas se caracteriza, principalmente, por alterações comportamentais agudas causadas, sobretudo, por alucinações ou delírios.

André de Aguiar Wolter, médico psiquiatra do Hospital Santa Mônica, de São Paulo, diferencia as duas principais formas. Segundo ele, as alucinações são caracterizadas como “fenômenos de sensopercepção, ou seja, ouvir vozes, ver pessoas ou objetos que não existem”. Já os delírios são “ideias não reais, não compartilhadas pelos seus próximos e que não cedem com nenhum tipo de argumentação lógica. Por exemplo, ter a certeza que está sendo perseguido ou observado por câmeras”.

*Estagiário sob supervisão


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp