13/02/2024 às 19h03min - Atualizada em 13/02/2024 às 19h03min

PF prende condenado que intermediou contratação de pistoleiros da chacina de Unaí

IstoÉ Dinheiro - História de Redação
https://www.msn.com
Reprodução
A Polícia Federal prendeu na madrugada desta terça, 13, um dos condenados pela Chacina de Unaí, ocorrida há 20 anos. Ele foi preso em Campo Grande (MS). Condenado a 96 anos de prisão, inicialmente, teve a pena reduzida depois que confessou envolvimento no crime e fez acordo de delação premiada.
 

A chacina ocorreu em 28 de janeiro de 2004. Os auditores-fiscais do Trabalho Nélson José da Silva, João Batista Soares Lage e Eratóstenes de Almeida Gonçalves e, ainda, o motorista Ailton Pereira de Oliveira sofreram uma emboscada e foram fuzilados à queima-roupa na zona rural de Unaí, em Minas.

Os auditores investigavam denúncias de trabalho análogo à escravidão. O fazendeiro Norberto Mânica, principal acusado como mandante, pegou um século de pena de prisão.

Segundo a PF, o homem capturado na madrugada desta terça, 13, tinha mandado de prisão em aberto. No momento da prisão estava com um passaporte falso.

Durante o julgamento, em 2015, ele confessou detalhadamente sua participação no crime, como intermediário na contratação dos pistoleiros que executaram os auditores. Ele fechou acordo de delação premiada.

Foram condenados, além de Mânica, outros três acusados também como mandantes e os cinco pistoleiros da chacina. Atualmente, destacou a PF, um mandante ainda está foragido.

 

Por causa da brutalidade do crime e sua grande repercussão, foi instituído o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo em homenagem aos auditores-fiscais do Trabalho assassinados.

A PF informou que o preso vai passar por exame de corpo de delito.

O post PF prende condenado que intermediou contratação de pistoleiros da chacina de Unaí apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp