02/02/2024 às 12h04min - Atualizada em 02/02/2024 às 12h04min

MACEIÓ: PC vai apurar crimes de empresário suspeito de ameaçar Kátia Born

Homem foi preso na noite de ontem, após atirar contra o veículo da companheira da secretária de Estado Kátia Born

Jamylle Bezerra*
https://www.gazetaweb.com
Polícia Civil instaura inquérito para apurar crimes que teriam sido cometidos por empresário - Divulgação com montagem publicanews.com.br
O 6º Distrito Policial (6º DP) da Capital instaurou inquérito para investigar crimes cometidos por um empresário contra a secretária de Estado de Assistência Social, Kátia Born, e a companheira dela, a professora Mara Ribeiro, Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Uncisal.
 

O homem, que é vizinho da secretária, foi preso, na noite dessa quinta-feira (1º), por equipes da Operação Policial Litorânea Integrada (Oplit) e do Tático do Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), sendo autuado na Central de Flagrantes, pelo delegado plantonista Antônio Carlos Machado.

O inquérito foi instaurado pelo delegado Robervaldo Davino, titular do 6º DP, devendo o acusado responder por crimes de dano, ameaça, injúria e disparo de arma de fogo. A prisão ocorreu, após a secretária denunciar que o empresário teria atirado contra o carro da companheira, que estava estacionado na garagem da casa, localizado no bairro de Guaxuma. A arma supostamente usada no crime foi apreendida.

Além do atentado, a secretária informou estar sofrendo uma série de ameaças e ataques homofóbicos nas redes sociais, vindos do suspeito, desde dezembro do ano passado. Outros políticos do Estado também já foram citados por ele, sempre em vídeos compartilhados nas redes sociais.

O empresário está sendo submetido, nesta sexta-feira (2), à audiência de custódia, que definirá se ficará preso ou responderá pelos crimes cometidos em liberdade.

 

Com assessoria*


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp