12/01/2024 às 10h40min - Atualizada em 12/01/2024 às 10h40min

Reino Unido e EUA devem atacar os houthis em "questão de horas", diz jornal

Mundo

História por Por Sachin Ravikumar
Helicóptero militar Houthi sobrevoa o navio de carga Galaxy Leader no Mar Vermelho nesta foto divulgada em novembro 20/11/2023 Mídia Militar Houthi /Divulgação via REUTERS © Thomson Reuters

Por Sachin Ravikumar

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido deve se juntar aos Estados Unidos para conduzir ataques aéreos contra posições militares dos houthis, grupo do Iêmen apoiado pelo Irã, “em questão de horas”, disse o editor de Política do jornal The Times nesta quinta-feira. 

O gabinete do primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, em Downing Street não respondeu a pedido da Reuters por comentário, enquanto o Pentágono e a Casa Branca se recusaram a comentar a reportagem. 

Os EUA geralmente não comentam possíveis operações militares futuras. 

"Os houthis precisam parar esses ataques… eles sofrerão as consequências se não o fizerem", disse o porta-voz de Segurança Nacional da Casa Branca, John Kirby, nesta quinta-feira. 

Sunak informou seu gabinete de ministros sobre a iminente intervenção militar mais cedo nesta quinta-feira, segundo o The Times. 

Os militantes houthi do Iêmen, apoiados pelo Irã, intensificaram seus ataques contra navios comerciais no Mar Vermelho, em protesto à guerra de Israel em Gaza. Várias companhias de transporte marítimo suspenderam operações, preferindo o trajeto mais longo em torno da África.

(Reportagem de Sachin Ravikumar, em Londres, Idrees Ali, Don Durfee, Heather Timmons e Katharine Jackson, em Washington; Reportagem adicional de Steve Holland, em Washington)


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp