11/01/2024 às 09h25min - Atualizada em 11/01/2024 às 09h25min

Depois de firmar união estável, Eduardo Leite diz que 'casamento é negócio muito caro'

Governador gaúcho afirmou que no momento não tem festa, mas pretende organizar uma celebração 'bem simples' no futuro

Alex Braga
https://www.terra.com.br
Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), com seu marido o médico Thalis Bolzan em viagem a Trancoso, Bahia Foto: @eduardoleite45 via Instagram / Estadão
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou nesta quarta-feira, 10, que "não está podendo pagar festa de casamento agora". Por meio de um vídeo postado em suas redes sociais, ele, que formalizou união estável com seu namorado no fim do ano passado, disse que pretende, futuramente, organizar uma celebração "bem simples".
"Casamento é negócio muito caro e eu não tô podendo pagar festa de casamento agora. Eu sei que já tinha gente querendo comprar roupa. Eu e o Thalis já casamos no ano passado, a gente assinou a declaração de união estável. Oportunamente, a gente faz uma festa, mas vai ser coisa bem simples", esclareceu.
Após firmar união estável com o médico capixaba Thalis Bolzan, de 30 anos, o governador gaúcho curtiu lua de mel em Trancoso, na Bahia. O casal postou inúmeros registros da viagem nas redes sociais.

Primeiro governador do País abertamente LGBTQIAP+, Eduardo Leite (PSDB) assumiu seu namoro com Thalis desde que tornou pública sua orientação sexual, em julho de 2021.

Na cerimonia de posse do seu segundo mandato, o governador levou seu companheiro, que é chamado de "primeiro-cavalheiro", e, na ocasião, disse à imprensa que o suporte do amado era importante.
"Thalis compreende o quanto que a vida pública nos demanda, e também me estimula e me dá forças pra seguir em frente', disse ele em janeiro de 2023.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »