30/12/2023 às 12h53min - Atualizada em 30/12/2023 às 12h53min

BRASIL - Impressionante tempestade de chuva e de poeira em MS

Em 3 horas, Aquidauana recebeu quase a chuva de 1 mês. Além da tempestade de chuva e de poeira, Mato Grosso do Sul fecha 2023 com calor de 42°C.

Redação
https://www.terra.com.br
O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 120 mm em apenas 2 horas e 162,4 mm em 3 horas. Foto: Climatempo
Uma forte e grande instabilidade que se formou sobre o Paraguai avançou para o Mato Grosso do Sul e provocou uma tempestade de chuva impressionante em Aquidauana. Mas antes da chuva, esta instabilidade provocou uma frente de rajada que formou uma enorme tempestade de poeira na região de Acurizal, no Pantanal. E para fechar 2023 com chave "em brasa", o Mato Grosso do Sul foi a região mais quente do Brasil na última sexta-feira do ano, 29/12 , com calor acima dos 40°C. Porto Murtinho registrou 42,3°C!

Tempestade de chuva impressionante em Aquidauana

O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 120 mm em apenas 2 horas e 162,4 mm em 3 horas.

Tudo ocorreu entre 22h do dia 29 e 1h de 30 de dezembro de 2023. Foram 42,2 mm entre 22h e 23h e 87 mm entre 23h e meia-noite do dia 29 de dezembro, Depois, choveu mais 33,2 mm até a 1 hora da manhã do sábado, 30. (horários de Brasília)

A média de chuva em Aquidauana em dezembro é de 192 mm. Ou seja: em 3 horas choveu quase o volume de chuva de 1 mês.

Em Campo Grande choveu 13,6 mm neste período de 3 horas.

Tempestade de poeira em Acurizal, Pantanal de MS (Foto: reprodução de video de rede social)
 
Tempestade de poeira

Uma grande tempestade de poeira foi observada no começo da noite da sexta-feira, por volta das 19h30 (hora de Brasília), na cidade de Acurizal, região da Serra do Amolar, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. 

O levantamento de poeira ocorreu por causa de uma forte área de instabilidade que avançou do Paraguai para o Mato Grosso do Sul.

Foto: Climatempo
A mancha rosa com pontos brancos que está sobre o Paraguai é o conjunto de nuvens cumulonimbus que avançou para o MS na noite de 29/12/23 (Imagem Goes 16)

A grande área de instabilidade é formada por um conjunto de nuvens do tipo cumulonimbus que se deslocam ao mesmo tempo. As fortes correntes de vento descendentes que saem destas nuvens provocam o que chamamos de "frente de rajada".

Estes ventos fortes atuando em uma grande área onde o solo estava seco, com poeira solta, levantaram a "cortina de poeira" . A medida que a área de instabilidade avançava, empurrava o paredão de poeira em direção do Mato Grosso do Sul. A tempestade de poeira ocorreu antes da chuva.

Calorão acima dos 40°C

O estado de Mato Grosso do Sul foi o lugar mais quente do Brasil no dia de 29/12/2023. Porto Murtinho chegou aos 42,3°C, Aquidauana 40,9°C, Água Clara, 40,7°C, Jardim, 40,3°C e Maracaju, 40,1°C. As temperaturas foram registradas pelo Instituto Nacional de Meteorologia.

A capital, Campo Grande, ficou enter as mais quentes do país na sexta-feira, 29 de dezembro, com a temperatura máxima de 36,3°C.

Muita chuva para começar 2024

A organização da Alta da Bolívia, sistema de alta pressão atmosférica com centro neste país, observado em torno de 10 km de altitude, vai estimular a formação de grandes áreas de instabilidade sobre o Centro-Oeste do Brasil nos próximos dias. A primeira semana de 2024 será marcada por muita chuva em Mato Grosso do Sul.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://publicanews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp